A cerveja é uma bebida muito apreciada tanto no Brasil quanto no exterior.
Acredita-se que a cerveja é consumida desde a antiguidade e não só por prazer, mas também com finalidades cosméticas e medicinais.
cerveja é produzida a partir fermentação alcoólica, principalmente de malte de cevada, lúpulo, fermento e água em boa qualidade.
No preparo, ainda podem ser empregados ingredientes como arroz, milho e o trigo.
Essa bebida caiu no gosto do brasileiro e atualmente muito se fala sobre os efeitos que o consumo desta bebida pode causar no nosso organismo.

Para se livrar desse vício temos a Clínica de tratamento para dependentes químicos e alcoólatras.
Vamos esclarecer alguns mitos e verdades sobre a ingestão da cerveja.
quais os benefícios do consumo moderado de cerveja?
Quando avaliada do ponto de vista nutricional a cerveja possui vitaminas do complexo B, minerais como o selênio, compostos antioxidantes e ainda tem efeito diurético.
baixo teor alcoólico dessa bebida (é a bebida alcoólica que apresenta menor teor de álcool) associada a sua capacidade antioxidante é capaz de reduzir o risco de doenças coronarianas.
Quando consumida de maneira moderada, a cerveja pode, ainda, contribuir com a manutenção dos níveis de lipídeos (gorduras) no organismo, entretanto, ainda são necessários mais estudos para comprovar esse efeito.
Sua ação antioxidante está relacionada com a presença de compostos fenólicos presentes na bebida, como os polifenóis, cujo consumo pode auxiliar na prevenção de algumas doenças como o câncer, doenças do coração e inflamações.
Segundo a Sociedade Brasileira de cardiologia, o consumo em geral, não deve ultrapassar 30 g de etanol por dia para homens e metade para mulheres.
Essa dosagem equivale a 2 latas de cerveja para homens (ou 1 para mulheres), por exemplo.
quais os malefícios de se consumir essa bebida em excesso?
Dizem que “menos é mais” e no caso do consumo da cerveja essa frase é bem apropriada.
Apesar de o seu consumo estar associado a alguns possíveis benefícios para nossa saúde, quando consumida em excesso, a cerveja pode ter o efeito contrário.
maior parte das calorias da cerveja são provenientes de açúcares.
Sendo assim, seu consumo frequente e exagerado pode acarretar no ganho de peso.
Além disso, a ingestão da cerveja está, muitas vezes, combinado com o consumo de alimentos altamente calóricos como batata frita, amendoins e outros petiscos que também aumentam a sensação de sede e, consequentemente, o consumo de cerveja.
álcool contido na cerveja tem efeito diurético, aumentando a produção de urina e, deste modo, facilita a excreção de alguns nutrientes como vitaminas e minerais, impedindo que o organismo os absorva.
Alguns estudos ainda demostram que a cerveja pode aumentar os triglicérides no sangue, podendo ser um fator de risco para o desenvolvimento de doenças do coração.
Apesar de possuir alguns efeitos benéficos à nossa saúde, o consumo de cerveja deve ser feito de forma moderada, para que seus benefícios sejam aproveitados pelo nosso organismo.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">html</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*