Restaurando Vidas da Dependência Química.

Síndrome de Abstinência: Obstáculo dos Centros de Reabilitação

Em pessoas com dependência de drogas benzodiazepínicas, a interrupção abrupta e sem tratamento do uso pode causar graves problemas físicos. Por outro lado, os riscos da síndrome de abstinência para o paciente e a sociedade não se limitam à gravidade dos distúrbios físicos, especialmente quando a desintoxicação é realizada em regime ambulatorial.

Isso porque pacientes em tratamento de desintoxicação com tranquilizantes correm o risco de se automedicarem para aliviar os sintomas de abstinência e porque a interação entre essa automedicação e os medicamentos prescritos pelo médico pode levar a overdose ou lesão cerebral.

Os sintomas de abstinência do medicamento benzodiazepínico incluem ansiedade, dor gastrointestinal, distúrbios do sono, sinais de hiperatividade simpática, convulsões e delírio.

O início dos sintomas após a cessação do uso depende da meia-vida do medicamento.

Eles podem começar de três a seis horas após a interrupção de um tranquilizante de ação curta e mais de 100 horas após a interrupção de uma droga de ação prolongada.

A duração dos sintomas depende da dose, do tempo de uso, da meia-vida do medicamento e da presença de qualquer condição pré-existente para o uso.

Os sintomas leves ou moderados podem ser bastante prolongados, enquanto os sintomas agudos geralmente persistem por até 3 a 5 dias após a interrupção do uso de tranquilizantes de ação curta e 2 a 3 semanas após a interrupção do uso de benzodiazepínicos.

O que são drogas benzodiazepínicas?

Os remédios ou drogas benzodiazepínicas, são medicamentos que funcionam como poderosos sedativos para pessoas com problemas de insônia, depressão e ansiedade descontrolada por exemplo.

Em nossa clínica de reabilitação, trabalhamos incansavelmente para cuidar de todos os pacientes com atuação técnica e clínica para trazer melhora contínua na saúde de todos.

Além desses problemas, as drogas benzodiazepínicas atingem o sistema nervoso central causando relaxamento e diminuição de estímulos do corpo.

É por causa disso, milhões de pessoas em todo o Brasil usam esses medicamentos para diversos tipos de problemas.

São medicamentos que devem ser sempre receitados por médicos.

Sintomas de retirada do medicamento benzodiazepínico

  • Agitação
  • Distúrbios sensoriais
  • Insônia
  • Diarreia
  • Anorexia
  • Taquicardia
  • Doença
  • Alucinações
  • Ansiedade
  • Tremores
  • Pesadelos
  • Hipertensão
  • Surtos de delírio
  • Desejo de consumo
  • Suor excessivo

Os sintomas de abstinência de baixo consumo é caracterizada por ansiedade, irritabilidade, insônia, pânico, instabilidade emocional e sintomas neurológicos como intolerância a cores claras e brilhantes ou halos leves à noite, bem como parestesias que tendem a migrar.

Esses sintomas podem persistir por um a dois anos após a interrupção desses medicamentos, diminuindo gradativamente com o tempo.

Mas interromper abruptamente o uso de tranquilizantes em um paciente que está tomando altas doses pode causar convulsões, delírio ou morte.

A abstinência do consumo de altas doses de benzodiazepínicos é fatal e requer monitoramento médico e cuidados intensivos, enquanto a desintoxicação com doses mais baixas é muito longa e difícil.

Este tratamento médico só deve ser realizado em centros especializados de desintoxicação de drogas.

Assim, a gravidade dos sintomas de abstinência dos benzodiazepínicos torna aconselhável não realizar um tratamento de desintoxicação sem manejo médico e um nível adequado de cuidados que elimine os riscos à saúde e à vida dos pacientes.

Portanto, você deve ir a centro de reabilitação para dependentes químicos e alcoólatras com protocolos clínicos cientificamente aceitos para ação.